<script>

  (function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){

  (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o),

  m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m)

  })(window,document,'script','//www.google-analytics.com/analytics.js','ga');

 

  ga('create', 'UA-54535776-1', 'auto');

  ga('send', 'pageview');

 

</script>

.

Cursos 
  

Curso de EIA/RIMA Estudo e Relatório de Impacto Ambiental

 

Período: 11 a 12 de dezembo de 2014.

 Mais informações  Aqui

.

    Associados da ANBEM terão um   

   descontode 10% da inscrição

Curso de Blaster  2015

Temos o prazer de anunciar a realização do 6º Curso de Blaster da ANBEM, a ser ministrado pelo prof. Marçal Sayão, no período de 28 a 30/10/2015, no Auditório do DNPM-PE.

 

O Curso de Blaster "Cabo de Fogo” da ANBEM tem a finalidade de capacitar profissionais e práticos (podendo estes ter apenas o grau de escolaridade básico) para manusear materiais explosivos nos serviços de desmonte de rocha, habilitando-os a atender às exigências dos órgãos fiscalizadores (7ª RM/Exército Brasileiro, através da DivFPC/7RM e Secretaria de Segurança Pública/PE, através da UNIFAL  - Unidade de Fiscalização das Atividades Licenciadas).      Mais Informações Aqui

Curso de Perícia Ambiental

O Curso de Perícia Ambiental, realizado entre  02 a 03/10/2014.

Foi um sucesso completo com quase 80 participantes.  Visite a galeria de fotos 

.

Confraternização da ANBEM - 2015
 
A ANBEM realizou no dia 11 de dezembro sua tradicional confraternização de final de ano, realizada no Auditório e pátio do DNPM. Confira na Galeria Aqui
 
Espaço do Engenheiro de Minas
Honorários Profissionais
Atribuições Profissionais
Produção Mineral
e Arrecadação
da CFEM

Homenagem aos Ex-alunos do Curso de Engenharia de Minas da UFPE

 

 Curso técnico "LEVANTAMENTO DE CAVAS DE MINAS A CÉU ABERTO UTILIZANDO LASER ESCANER TERRESTRE E VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS (VANT) 

Galeria de Imagens do Curso: 1      2     3      

                                      Atenção

É COM GRANDE SATISFAÇÃO QUE A ANBEM PUBLICA ESTA INFORMAÇÃO

    Mais uma vitória >>>>> Superior Tribunal de Justiça - STJ>>>>>

Lacra: RAL - Relatório Anual de Lavra

 

 só Engenheiro de Minas! 

Acesse a documentação aqui 

                 

Reflexões de um engenheiro em tempos de isolamento social


Historicamente, Pindorama sempre foi dominado por uma elite política, onde trocam-se as caras, mas a corrupção continua. Essa elite maquiavélica não contribuiu para o desejado desenvolvimento social e econômico do país. Por um lado, ofereceram uma educação de péssima qualidade, um modelo de saúde onde se despreza o saneamento básico, insuficiência de moradias, precários modais de transporte e uma insegurança generalizada, seja no campo, seja nas cidades. Do outro lado, criaram-se despesas desnecessárias, mordomias de fazer inveja a mais alta corte de Bagdá e recebendo comi$$ões indevidas, mirando sempre no foco principal: manter-se no poder. E, para isso, foi necessário manter parte da população subdesenvolvida, devedores de seus favores, para quitar essa conta com os votos de cabresto.
Eis que surge o Capitão, prometendo acabar com esse enredo assassino e injusto, surge a esperança, ensejando a que os contribuintes vejam uma luz no final do túnel. Escolhe um ministério técnico, sem ingerência política, cumprindo a sua primeira promessa de campanha. A caminhada tem início e, a duras penas, aprova a reforma da previdência (desde FHC que se falava nisso), atualiza as leis trabalhistas (desonerando o empreendedor para gerar mais postos de trabalho), as estatais voltam a dar lucro (Petrobras, BB, CEF), não havendo mais espaço para os tradicionais conchavos, promove o inicio do desaparelhamento do Estado (eita trabalhinho difícil) e, nessa caminhada, já contamos com 17 meses de governo sem nenhum escândalo de corrupção.
- Ei, mas pera ai!!!
Grita a nefasta elite, a maioria já com crise de abstinência, sem fazer parte de nenhum esquema “não republicano” de propinas durante 17 longos meses.
- Esse tempo todo e nada ($$$$) para mim??? Está errado!!! Queremos a nossa parte no butim!!!
Já vinham atacando pelas beiradas, como quem come um prato de papa, uma vez que ainda não haviam desarmado o palanque da eleição presidencial e, aliados à Extrema Imprensa, passaram a atacar vigorosamente o Governo do Capitão, dia e noite, incansavelmente (para isso eles não se cansam), tirando o foco das coisas boas (obras concluídas depois de décadas de iniciadas, geração de emprego, bons parâmetros na economia, perspectivas de boas parcerias no comércio exterior, etc.) e desviando a atenção para as banalidades, trivialidades, inocuidades. Então, passou-se à discussão de que o Capitão dá entrevistas de bermuda e chinelo de dedo, que provoca ou aceita todas as provocações, que foi a farmácia em pleno isolamento social, que receitou hidroxicloroquina e azitromicina para o tratamento do Covid-19 (sem ser médico), enfim, que fala demais e não tem postura de presidente. Fala-se de tudo, menos que o presidente também tem o direito de falar de tudo e de qualquer coisa (tal qual a Extrema Mídia), e que o país corria para entrar nos eixos, depois de tantos anos de (des)governos, antes dessa malfazeja pandemia.
A Extrema Mídia não recebe mais os bilhõe$ de propaganda do governo e por essa e outras, se junta à parte ruim do parlamento e à parte ruim do STF, fazendo de tudo para derrubá-lo, incluindo a inefável ingerência entre os poderes da república, para desmoralizá-lo, desacreditá-lo perante a opinião pública. Nesse caminho abjeto, vale tudo: dedo no olho, dedada, chute no ovo, xingar a mãe, etc.
Estamos vivendo um triste momento de inversão de valores: éticos, religiosos e familiares. O bonzinho é o cara que rouba, corrompe, mente, mas fala um linguajar erudito, bonito, se comporta como um lorde e adota o politicamente correto. Pura hipocrisia!!!
E o jogo segue...., espero que até o final do tempo regulamentar, em dezembro de 2022. Mas antes, em outubro, teremos o primeiro turno do julgamento da gestão do Capitão.
Nesse ínterim, temos uma pandemia, que aparentemente deve se comportar como as CPI(s) de Pindorama: “todos sabem como começa e ninguém sabe como termina”.
José Amaro Sereno Filho – CREA 8607D-PE

 Parceiros e Patrocinadores

CLUBE DA MINERAÇÃO

 Apoio Institucional 

DEMINAS-UFPE

                                                                                                 

 

 

                                                                                             © ANBEM 2013. Todos os direitos reservados.

                                                        Coloboradores: Gustavo Alexandre, José Amaro Sereno, Alexandre Baltar e Andressa Ilana